quarta-feira, 26 de maio de 2010

Muitos chefes e poucos Indios

Vendo e lendo os acontecimentos de horror por esse mundo fora, tornaram-se parte do nosso dia a dia, até parece ser normal.  A ambição do homem está ligada á destruição de vidas. Embora eu não tenha problema algum com o 'zé-ninguém' com o mendigo na rua que a ninguém faz mal. Problema tenho com os 'senhores ambiciosos', que desejam mostrar ao pai deles que alcançaram 'algo na vida'.

Os responsaveis pelo catástrofe no Golfo do México destruiram milhões e milhões de vidas pelas quais eu e muitos temos o maior respeito, na verdade não existe dinheiro ou mesmo castigo no mundo que faça justiça aos directos e indirectos causadores de tamanha destruição. Este virus chamado 'ambição', vejo-o em raio x por todo lado e é pior que os virus mais destruidores.

Numa lista escrevi os nomes dos 'responsaveis' por estas e outras coisas e colei à parede da cozinha. Eles vão passar pela justiça do meu coração. Quer isto dizer que vou andar cada vez mais de bicicleta, não vou abastecer o carro na BP, Shell ou Galp, vou comprar o menos possível de artigos derivados de multinacionais inconscientes, não como mais chocolate suiço ou alemão ou qualquer outro proveniente das plantações de cacao de Africa (porque crianças em Africa são sequestradas, usadas, para trabalharem nessas plantações), evito a grande superficie comercial mesmo que isso me custe mais. Assim fico um pouco mais feliz.